30.12.11

Depois de décadas lutando pela igualdade e fim do preconceito, os X-Men recebem a péssima notícia da Marvel: eles não são humanos.

29.12.11

Unlike, say, your typical comic book characters, the Sanrio characters have very little back story to them. They're all quite accessible and inviting to the uninitiated. It's really mostly up to the viewer to determine what these characters mean to them. The iconography creates a reactionary response within each individual. With Hello Kitty, the company's ace character, she allows you to project a smile for her.

27.12.11

Avanços na matemática e na computacão gráfica tornam as representações dos fractais mais impressionantes que do passado.

26.12.11

As ilustrações da edição russa de O Hobbit deixam o livro com cara de cordel. Estranho, mas muito bonito.

23.12.11

Nos últimos vinte anos, pouco mudou no design de roupas, carros e aparelhos domésticos. Embora passsem pela nostalgia perpétua, os motivos vão além dela.
LET'S say you think enslaving children is bad, and you decide that foreign companies that use forced child-labour should be barred from marketing their wares in the United States. Should that be allowed, under international trade laws? What if the company in question is breaking no laws in the country where it uses such labour? Isn't that country being unfairly attacked? Who is the United States Congress to decide what kinds of labour should or should not be legal in another country? Would that country not have the right to retaliate by barring imports of some American products?

22.12.11

Quando eu era criança, arranquei dentes moles usando as táticas da maçã e da porta - além de obviamente ter sofrida a do "só vou olhar". Mas esse moleque achou um jeito mais legal.

18.12.11

Uma das vantagens de ter pouca paciência é ter chegado a essa conclusão bem cedo na vida.
Além de orientações de vaga utilidade, o que dizem os folhetos de emergência dos aviões?

16.12.11

Uma ótima entrevista com Brian Wood sobre Channel Zero - uma das hqs que vergonhosamente continua inédita aqui no Paraguai Brasil.
Christopher Hitchens, 1949 - 2011.
Instale um panóptico em forma de duende na sua casa e faça seus filhos se comportarem. Claro que a idéia do bonequinho vigia é de arrepiar, mas eu não vejo muita diferença para a de um deus invisível que faz a mesma coisa.

15.12.11

Uma equipe do MIT criou uma roupa que simula os efeitos de ter setenta anos, dificultando os movimentos e piorando os sentidos. Para ficar perfeito, ainda falta algo que perturbe o raciocínio, dê vontade de tagarelar sobre os netos nas filas e faça achar tudo caro
No que só pode ser uma boa piada, o Comic Sans Project pretende dar visibilidade a essa praga entre os tipos, recriando marcas famosas com a maldita letra. Além da cretinize das pessoas que enfiam esse tipo em tudo quanto é projeto, meu problema com a Comic Sans é que ela é uma distorção da sua inspiração - as letras feitas à mão do letreiramento de quadrinhos. Uma leitura infantilizadora, que trai a visão das hqs como algo para crianças. E o pior: um balão de hq recheado com ela fica muito, muito, feio.

Um dos melhores tipos para hqs a que já tive acesso foi o Nona Arte. Ele provavelmente está neste pacote (que não dá para eu abrir agora porque estou no iPad). Além de bonita e com boa legibilidade mesmo em tamanhos pequenos, ela era completa para o português.

14.12.11

A depilação genital completa tem motivos para se chamar brazilian nos EUA!

12.12.11

11.12.11

Meanwhile, quadrinho hipertextual de Jason Shiga, está disponível para iPad e iPod.

7.12.11

Final de ano, as listas dos melhores vão aparecendo. Lembrando os motivos para odiá-las.

5.12.11

Some may live and die by combing through episodes for Velma/Daphne subtext and the lopsided rhombus of unrequited love orbiting a talking dog, others may devote themselves to charting the parallels between Mystery Inc. and The Many Loves of Dobie Gillis, but I will fight tooth and nail over the idea that there should never, ever be even a trace of the supernatural in the world of Scooby-Doo.

1.12.11

Outro dia eu estava lendo um romance de ficção científica sobre impressão em 3d. Me distraio uns anos e tudo vira realidade.